21
Jul 17

Senhor do Engenho

Iêêêêêêê!
O senhor do engenho
E de maragé

O senhor do engenho
E de maragé
Oi Perdeu seu cavalo
E ficou a pé

Capoeira é de Angola
Chegou na Bahia
Estrela Dalva apareceu
Ja é dia

Iêêêêêê
Deixa amanhecer Que é pra ver
Como é que é
Meu camarada
Na Bahia

Iê galo cantou
Iê galo cantou camara


22
Feb 17

Recommended literature about African roots in Capoeira

This post will just reference a very interesting post from the Angoleiro’s Blog

Totally recommended:
https://angoleiro.wordpress.com/category/african-roots/


17
Feb 17

Technical Debt in a nutshell


17
Feb 17

Unit test passed – Integration test, not so much


15
Feb 17

Pulo pra cima

Vi Saci de uma perna
Dando um pulo para cima
Me bateu no berimbau
Estragando a minha rima..
Camará, Ie maior e Deus….

References encountered

  • Sasi (Brazilian folklore), for more info click here.

My first encounter with the song:

The singer
According to “Capoeira Praça da República SP” the singer is: Nenê Bidanga.

Notes:
While having a short discussion with my Master, Mestre Maclau, he makes good emphases in that this song could be also “Canto de entrada” some how described here but also refer in a more academic source in the book: “The hidden history of capoeira”  by Maya Talmon. He also point to how this song passes to recent actions on the roda as one of the player hits the Berimbao when performing a “Mortal” (or Folha Seca, salto chutado… you name it).

Speacial thanks to:

Capoeira Praça da República SP for presenting this song to us and providing the singers name. My master, Mestre Maclau pointing me to the right lyric, the context and use of both the song and type of song and Hanne Mårs for the help understanding the text and context of the lyrics.


27
Nov 15

Real Grandeza – Naiman

como é que pode cabrito virar bode
tartaruga dar mancada
lagartixa dar risada

como é que pode cabrito virar bode
tartaruga dar mancada
lagartixa dar risada

como pode uma pulga na arena
do jeito que ela é pequena
dominar a bravura de um leão

como pode uma pulga na arena
do jeito que ela é pequena
dominar a bravura de um leão

como pode uma aranha tão medonha
do jeito que ela é tamanha
vir tecer a sua teia
na palma da minha mão

como pode uma aranha tão medonha
do jeito que ela é tamanha
vir tecer a sua teia
na palma da minha mão


29
Oct 15

Batuque e Angola

“É tumba, menino é tumba
É tumba pra derrubá
Tiririca faca de ponta
Capoeira quer me pega
Dona Rita do Tabulêro
Quem derrubou meu companheiro

Abra a roda minha gente
Que o Batuque é diferente
(coro)
Abra a roda minha gente
Que o Batuque é diferente”

 

Minute: 52

 


03
Aug 15

Torpédeiro Encouraçado

Ie!
Torpédo encouraçado
Torpédeiro encouraçado
Torpédeiro encouraçado
(Ai meu bem) Novidade na Bahia
Marinheiro absóluto
Chegou pintando arrelia
Prenderam Pédro Mineiro
(Ai meu bem) Dentro da secretaria
Para dar depoimento
(Ai ai ai) Daquilo que não sabia
Contaram minhá mulher
Que eu era um grande vadio
Semana que não trabalho
Sustento mulher e filho
Delegado me intimou
(Ai meu bem) Dentro da secretaria
Para eu dar depoimento
(Ai ai ai) Daquilo que não sabia
Camaradinho
E mandingueiro…
Joga-te pra la…
Joga-te pra ca…
Aruandi…
Vamos nos embora…
Péla barra a fora…
Estado da Bahia…
Morro de São Paulo…
Ilhá de Maré…
Rio Paráguacu…
Onde ele nascéu…
Viva o meu mestre…
Viva todos os mestrês…

References found:
Pedro Mineiro, more information can be found on this link.

 


29
Jul 14

Quem nunca viu venha ver

Quem nunca viu venha ver
caldeirão sem fundo ferver
quem nunca viu venha ver
caldeirão sem fundo ferver
deu meia noite
cemitério treme
catatumba racha
e o difunto geme
deu meia noite cemiterio
treme catatumba racha
o difunto geme


<\p>


09
Jul 14

Capoeira på bygda Vol. 6 songs

Bom Jesus da Lapa,
Bom Jesus da Lapa

Ô linda, por que tu está me chamando?
Ô linda, me chama para gente ir andar.

Ô mama, eu vou para lá,
vou para lá vadiar

se a maré me der licença
se meu barco não virar
eu vou ver os angoleiros vadiá (vadiarem)….

Ê ô, ê ô menino, toca esse gunga
quero ouvir o menino
toca, cantar e joga menino, toca esse gunga de Deus menino.

Dona da casa me dê licença,
me empresta um salão para vadiar.

O Iaiá me acende a luz, para o angoleiro vadiar…
para o angoleiro vadiar no terreiro e me ensinar

Joga bonito na casa do homem,
Joga direito na casa do homem

Berimbau de Angola tem axé,
Berimbau de Angola tem dendê.

Essa casa é de Deus,essa casa é de Deus,
Todo mundo é de Deus, essa casa é de Deus.

Vou chamar pra angola vir,
vou chamar pra angola.

Me deixa, me deixa,
me deixa vadiar, me deixa.

Foi agora que eu cheguei,
me mandaram me chamar,
quero ver os angoleiros,
angoleiros vadiar